O Plagius é uma excelente ferramenta para auxiliar na detecção de plágio, ainda assim é necessário aplicar alguns critérios em seus resultados.

Um sistema automatizado, como o Plagius, ainda não é capaz de afirmar plágio diretamente, somente uma verificação manual pode confirmar a real ocorrência de plágio.

A seguir serão abordadas algumas dicas de como utilizar o Plagius interpretando os resultados da melhor maneira possível.

Como interpretar o resultado das análises

Apesar do Plagius trazer diversas informações no resultado da análise, a melhor abordagem ainda é a revisão manual do texto analisado: onde há muitas frases destacadas (tons de azul e tons de vermelho) próximas umas das outras, significa que há grande chance deste trecho ter sido copiado.

Da mesma forma, frases destacadas isoladamente apresentam pouca chance de se tratar de plágio.

Veja o exemplo abaixo: há trechos sem suspeitas, um parágrafo inteiro suspeito, e outro parágrafo com apenas uma frase suspeita isolada: Resultado mostrando trechos com e sem suspeitas

:!: Nessa avaliação, lembre-se de desconsiderar as citações, pois o Plagius não possui uma forma de detectá-las, logo, o Plagius irá destacar as citações como suspeitas.

Para não haver erros ao afirmar plágio, as suspeitas precisam ser verificadas manualmente, certifique-se que os trechos destacados realmente existem nos endereços apontados.

Porque é um erro usar percentual para medir plágio

Os percentuais exibidos no resultado

O resultado da análise exibe vários indicadores e percentuais, veja pra que serve cada um:

  • Suspeitas na Internet: Indica o quanto do texto foi encontrado em algum endereço da internet. Esse percentual é obtido exclusivamente a partir das buscas realizadas em sites como Google e Bing. Isso não necessariamente significa plágio, é possível que o site nem exista mais ou tenha mudado recentemente.
  • Suspeitas confirmadas: Dentre as suspeitas na internet, indica o percentual das expressões que puderam ser confirmadas. A confirmação ocorre quando o Plagius conseguiu abrir o endereço apontado e verificou a existência dos trechos suspeitos.
  • Suspeitas nos arquivos locais: Indica o quanto do texto foi encontrado em algum arquivo no seu computador.
  • Texto analisado: Exibe o percentual do texto que pôde ser analisado. O Plagius não analisa trechos como frases curtas, onde há caracteres especiais, quebras de linha, imagens, tabelas, gráficos…
  • Sucesso da análise: Este é um dado útil para verificar se a análise foi bem sucedida. Erros de conexão ou cancelar a análise durante a execução comprometem o resultado, por isso, para confiar nos resultados, esse valor deve estar próximo de 100%.

Os percentuais representam apenas um dado estatístico, como informar o percentual das frases do documento que foram localizadas em algum site da Internet. Logo, não podem ser utilizados para afirmar plágio pois nem sempre uma frase que já existe na Internet representa plágio. Um exemplo comum são as citações: quanto maior o número de citações, maior será o percentual de suspeita de plágio, independente se as citações estiverem devidamente referenciadas.

Portanto, quando há citações, o percentual de suspeitas irá destoar da realidade.

Variação entre análises diferentes para o mesmo documento

Como o tamanho das frases pesquisadas é definido aleatoriamente, é normal que os percentuais no resultado oscilem.

Veja a frase:

"A Wikipédia é uma ferramenta de pesquisa amplamente utilizada por estudantes e tem influenciado...."

O Plagius irá pesquisar (por exemplo):

"A Wikipédia é uma ferramenta de pesquisa"
"uma ferramenta de pesquisa amplamente utilizada"
"pesquisa amplamente utilizada por estudantes e tem influenciado"
(...)

O que define o tamanho das frases pesquisada é aleatório, mas a sobreposição de trechos garante uma boa abrangência nas buscas. Isso é feito para detectar suspeitas mesmo quando há alterações em algumas palavras.

Há outros fatores que também influenciam na oscilação dos percentuais: a escolha do motores de busca que será utilizado para cada frase também possui um fator de aleatoriedade.

No entanto, a diferença nos percentuais não compromete o resultado da análise, visto que os trechos destacados permanecem semelhantes.

☞ Nas configurações você pode definir o tamanho mínimo e máximo de palavras que o Plagius irá levar em consideração para construir as frases pesquisas.

Quando efetivamente existe Plágio?

Talvez esta seja uma questão mais indicada para a área jurídica. Mas entendemos que para alegar Plágio é necessário provar.

Geralmente isso é feito demonstrando o texto original e onde este texto foi inserido no trabalho/documento em análise, sem as devidas referências.

Lembramos que as vezes basta uma simples frase copiada sem apontar o autor para configurar plágio.

Cores do resultado da análise

No resultado da análise, o texto gerado é exibido em várias cores, que podem variar entre preto, cinza e todos tons entre azul e vermelho.

Trechos em cinza não foram pesquisados, isso ocorre quando a análise é cancelada, ou quando há trechos muito pequenos ou quando há caracteres especiais que não podem ser pesquisados.

Trechos em preto foram devidamente pesquisados, mas nenhuma suspeita foi encontrada.

Em resumo, quanto mais próximo da cor vermelha, maior a quantidade de ocorrências encontradas na Internet para aquele trecho.

No resultado da análise também há um botão “Legenda” que ajuda a lembrar o significado das cores. Veja a Figura abaixo:

Legenda das cores no resultado da análise

Outras abordagens

A partir do Plagius 2.4, você verá um lista de endereços à direita de tela do resultado.

Esta lista contém todos endereços encontrados na análise. Os endereços marcados são considerados na construção do resultado à esquerda, fazendo um vínculo entre os destaques no texto e o endereço marcado.

O usuário pode marcar e desmarcar os endereços, as alterações serão aplicadas imediatamente no texto à esquerda, atualizando os destaques e os percentuais.

Isso se torna um recurso muito útil, dando mais controle ao usuário para identificar plágio e descartar falsos positivos.

Sugerimos também uma análise individual com cada endereço, começando pelo endereço com maior número de ocorrências.

Para auxiliar na comparação individual, existe uma comparação rápida: você pode clicar com o botão direito em algum item da lista e escolher a opção “Comparar”. Esse recurso é melhor explicado no post anunciando a comparação direta com url.